Início Artigo Uma parceria em defesa da sanidade agropecuária de Santa Catarina

Uma parceria em defesa da sanidade agropecuária de Santa Catarina

274
0
COMPARTILHAR

zezo4

Soluções para questões relacionadas a vários aspectos da vida em coletividade estão, muitas vezes, ao alcance da cooperação interinstitucional. Nesse campo insere-se o convênio de cooperação técnica recentemente firmado entre a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de SC (Faesc) com o Instituto Catarinense de Sanidade Agropecuária (Icasa). Trata-se de uma parceria inédita em favor do valioso status sanitário catarinense, pois institui no território barriga-verde o programa de apoio ao produtor para sanidade agropecuária. A iniciativa consiste em disponibilizar nas regiões indicadas pela Faesc, por parte do Icasa, estrutura e mão de obra treinada para auxílio ao produtor no cumprimento das obrigações legais, especialmente aquelas relacionadas com a política de defesa sanitária animal.

O quadro técnico do Icasa auxiliará o produtor rural no processamento da documentação exigida para o trânsito e identificação de animais. Também disponibilizará veterinários para auxílio direto do produtor rural no cumprimento das obrigações legais relativas ao sistema de defesa sanitária no Estado de Santa Catarina. No cumprimento dessa missão, o Instituto equipará seu corpo técnico e administrativo com a estrutura necessária para o regular desenvolvimento das ações de apoio ao produtor como equipamentos de informática, telefonia e veículos.

Em contrapartida, os Sindicatos Rurais filiados à Faesc disponibilizarão instalações físicas em condições de uso em todas as regiões para o expediente pessoal fornecido pelo Icasa. Além das visitas nas propriedades rurais, os técnicos darão expediente nas sedes dos Sindicatos, onde também será prestado o atendimento ao produtor. Ali, atuarão em cooperação com a equipe dos Sindicatos que utilizará equipamentos de informática e comunicação telefônica para a implementação do programa.  A estrutura sindical garantirá o acesso do corpo técnico veterinário do Icasa às propriedades rurais para fins de efetivação do programa.

Não resta dúvida que o convênio é de alto interesse para a agropecuária catarinense porque o Icasa – com um qualificado corpo técnico de 600 colaboradores – tem como finalidade principal o apoio, a pesquisa, o desenvolvimento e o acompanhamento de atividades no setor agroindustrial, inclusive na defesa sanitária e ambiental junto a órgãos e entidades públicas e privadas.

A atuação do Instituto é de reconhecida importância para a manutenção e melhoria do status zoossanitário catarinense – única área livre de aftosa sem vacinação no Brasil. Essa cooperação é essencial na manutenção do status zoossanitário do Estado com o fim de garantir a qualidade dos produtos de origem animal e assegurar a saúde pública, colaborando, também, para a proteção da economia catarinense, buscando ampliar a competitividade dos mercados internos e externos.

Por outro lado, essa parceria se constitui em excelente oportunidade para fortalecer e dinamizar as ações dos sindicatos rurais, para os quais a Federação vem desenvolvendo o programa Sindicato Forte há vários anos, em busca de uma elevada gestão de qualidade sindical. Com a absorção das ações e responsabilidades resultantes dessa cooperação técnica com o Icasa, oportuniza-se uma qualificação ainda mais efetiva aos sindicatos, permitindo novos avanços na qualidade do trabalho, na prestação de serviços e no fortalecimento da representação dos produtores rurais de Santa Catarina. São novos desafios que precisam ser enfrentados com coragem e competência.

 

José Zeferino Pedrozo – Presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de SC (Faesc)

Por MARCOS A. BEDIN

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here