Início Eco SC Crianças aprendem a importância dos cuidados com o lixo

Crianças aprendem a importância dos cuidados com o lixo

45
0
COMPARTILHAR

Chapecó,-SC – A Rede Municipal de Ensino de Chapecó tem em sua proposta pedagógica, desenvolver o ser humano de forma integral, preparando-o para a plenitude de suas habilidades e para enfrentar os desafios do século XXI. Sabe-se que um destes desafios é quanto ao cuidado com a natureza. A produção de lixo é apontada como principal causa dos problemas que afligem o meio ambiente, pois tem um crescimento vertiginoso em todas as regiões do planeta, configurando-se como um dos maiores problemas ecológicos da atualidade e comprometendo a vida das próximas gerações.

Neste contexto a reciclagem do lixo se torna uma necessidade fundamental, desenvolvendo atitudes voltadas ao meio ambiente e a sustentabilidade. Este foi o projeto desenvolvido pela Escola Básica Municipal Cruz e Sousa do Bairro Líder com as turmas de 3º ano do ensino fundamental. O projeto abre espaço para o diálogo, a troca de saberes e desperta nos alunos a consciência da realidade ambiental que se vive na cidade. A partir de reflexões e diálogo com a turma sobre a situação do lixo no meio ambiente (na escola e na sala de aula) principalmente do papel que utilizamos diariamente e suas sobras, surgiu o interesse pelos alunos em aprender como é o processo de produção e reciclagem do papel.

Uma das atividades do projeto “Transformando minha cidade” foi assistir e debater sobre o vídeo informativo: “De onde vem o papel”. A turma visualizou o processo de fabricação do papel pela indústria, desde a árvore cortada, descascada, picada, cozida até a celulose, processo de prensa e finalização dos diferentes tipos de papel.  Na sequência a turma visitou a ONG Verde Vida, para conhecer o trabalho de coleta e reciclagem que é feito lá. A escola toda se empenhou em separar o papel e quando juntou aproximadamente 1 kg, foi picado/rasgado com as mãos (para as fibras não quebrarem), deixado de molho em água de um dia para o outro, triturado no liquidificador e misturado bem com a água e desta forma foi confeccionado o papel passo a passo.

Agora, com o papel pronto a turma está fazendo cartões, letreiros para frases, caixinhas e o que a criatividade permitir. O projeto vai prosseguir ainda este mês com muitas atividades relacionadas à reutilização e já iniciou junto às famílias o trabalho de compostagem reutilizando o lixo orgânico produzido em suas casas e posteriormente será feito plantio de flores na escola com a terra preparada. De acordo com a professora Claudinéia Ruas Sassanovicz Borsoi a ideia do projeto começou nos primeiros dias de aulas, observando a sala de aula, muito papel que eles não usavam era amassado e simplesmente e jogado na lixeira. “Essa consciência tem que começar na escola e poucos alunos faziam separação entre o lixo seco e orgânico”, explicou. A partir disso, a professora propôs que os alunos guardassem este papel e reutilizássemos. “Eles ficaram muito felizes em ver possibilidades de reutilização deste papel, mostrando caminhos diferentes para a destinação do lixo e surgindo um “novo papel”, comentou.

A aluna Letícia do Rosário Azevedo de 8 anos comentou que no dia a dia usa o papel normal, mas sem amassar porque se amassa quebra a fibra e não dá mais para utilizar. “Aprendi a reciclar, não jogar papel fora e com este papel reciclado vamos fazer um cartão para os dias dos pais. Acho que eles vão adorar receber algo que eu fiz tudo, desde o papel até a mensagem”, explicou. Ela disse ainda que na visita ao Verde Vida, aprendeu a separar o lixo e reutiliza-lo. “Na minha casa também separamos o lixo o orgânico do reciclado e no Verde Vida eles organizam tudo e separam. Eles têm bastante serviço lá. O lixo chega jogado, desorganizado. Nós podemos ajudar eles separando o lixo corretamente”, destacou. Já o aluno João Pedro Meneghini Martins de 8 anos disse que o que aprendeu na escola está sendo implantado em casa também. “Esse trabalho vai ajudar as pessoas a se conscientizar que nem tudo é lixo e que muita coisa pode ser reutilizado”, finalizou.

Secretaria de Comunicação Social – SECOM

Prefeitura de Chapecó

(49) 3321-8433

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here